Bobó e tripa frita

O que melhorou foi o meu cardápio. Hoje fui na Dona Tereza (onde sempre pego comida) e ao perguntar o que tinha ela me respondeu: surubim (pintado) guizado ou bobó. Adoro o surubim e o escolhi, mas perguntei… “bobó de camarão?” E ela me respondeu… “não, bobó de carne”. Pedi para olhar e tinha cara, cor e jeitão de carne moída. Perguntei o que era o tal do bobó e ela me explicou que era o pulmão do boi. E aí no Sul nunca ouvi falar que se comesse isso. Claro que eu provei. Delícia!! Parece carne moída fofinha.
Outra coisa diferente aqui é o bucho. Eles não cortam em tiras, como no Sul e no Nordeste, mas em pequenos pedaços, assim ele fica com cara de tubinhos. Além de se comer no feijão se come também fritinho, temperado com cebola. Fica com uma cara de fígado mas com gosto de… bucho frito, que eles chamam de “tripa frita”. Provem!!!
Os cardápios aqui são normalmente assim. Mais proteína e pouco carboidrato. Se come um pouco de macarrão, mas pouquíssimo miojo, pouco arroz e muita farinha e macaxeira. Muitas vezes as refeições locais são somente caldo (caldo mesmo, uma sopa daquelas aguadas) com peixe ou frango e um ou outro pedaço de algo boiando e farinha. O pessoal come farinha e farofa de colher cheia… Por isso são raros os gordinhos nesta cidade! Ah! Também é pouco o chocolate e a “tranqueirada”, especialmente na periferia e na beira do rio, o “beiradão”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s