Sonhando em bamburrar na Vila do Cabo Sobral

No alto de Tepequém encontramos alguns barbudos com cara de que vivem em outro mundo. Diferente do que acontece em outros lugares isolados e com muita natureza, não são hippies, mas sim velhos garimpeiros, que insistem na busca do diamante que irá trazer a fortuna, ou, como é conhecido no meio, irá fazê-los bamburrar. E o povo é unânime: ainda há muito diamante por baixo da terra. O problema é que, como o que havia nos rios estava esgotado, o governo proibiu a exploração mecânica, tornando inviável a busca e fazendo as pessoas abandonarem o que eram antes vilas movimentadas. A Vila do Cabo Sobral, por exemplo, era um “movimento só”, segundo Seu Cândido, testemunha viva do que aconteceu por lá: “Foi o último lugar a diminuir o número de diamantes no rio. Havia muito comércio, e para controlar tudo foi construído um posto da polícia com cadeia e tudo”. Pergunto onde foi parar o dinheiro, e ele, que chegou a Roraima vindo do Paraná como soldado do Batalhão de Engenharia do Exército logo explica: “Uns morreram de tiro ou faca, outros bamburraram e ficaram em Boa Vista, mas muita gente perdeu tudo. Gastavam com bebedeira e com as mulheres, que vinham de todo país para ganhar seu dinheiro no garimpo”.

diversas Lipom 114  A Vila do Cabo Sobral era tão movimentada que tinha seu próprio pelotão de polícia, com cadeia, hoje em ruínas.

Fomos a Vila conferir e encontramos alguns velhos garimpeiros. Um deles inclusive teve seus cinco minutos de fama e apareceu no Fantástico, por conta de um imenso buraco que abriu em sua própria sala, em busca da fortuna que ainda não chegou. Se o tesouro não vem dos diamantes, vem da natureza. O rio, já não explorado, corre da serra com águas sempre frescas e com a natureza rica ao redor. Grandes gaviões descansam nos galhos das árvores mais altas, enquanto araras voam nos céus, tingindo as encostas verdes dos morros com seu vermelho vibrante, e quebrando o silêncio da tarde com seu grito rouco.

IA 45 (1) Ainda tem garimpeiro na barranca do rio, sonhando em bamburrar…

5 comentários Adicione o seu

  1. cris disse:

    caríssimo, parece que, por pouco não nos encontramos por lá. estive na serra no feriado do dia da criança, chegamos na sexta-feira à tarde e fomos embora no domingo. participei até de um grupo de teatro de bonecos numa festa improvisada pras crianças do local. havíamos planejado tudo direitinho, mas não avisaram aos meninos e improvisamos algo pra não passar em branco. foi legal. foi minha primeira atuação rumo ao estrelato roliudiano (sabes que há uma roliúde lá na paraíba? escrito assim mesmo). adoro tepequem, temos um amigo que tem casa lá. que pena não nos termos encontrado. se eu tivesse te visto teria te reconhecido. abrçosssssssssssssssss

  2. Iuna disse:

    tenho dó de garimpeiros, eles vivem de ilusão e se submetem a risco de intoxicação, muitas vezes o resultado é insignificante.

  3. marcio disse:

    Sou estudante do curso de geografia da Universidade Federal de Roraima. Já estive em tepequem é um lugar muito lindo e encantador, realmente parece que estamos no paraíso. sem contar a hospitalidad dos moradores de lá, são pesssoas maravilhosas. Neste meio podemos citar s. Gaudino e d. helena que são pessoas maraivilhosas.
    vale a pena conhecer este local lindo e maravilhoso por natureza.

  4. gostei muito do assunto relacionado com o pessoal que de um modo geral lida com os famosos diamantes.pois fui caçador dos mesmos por longos anos e ate hj sonho com o fantastico

  5. camilo disse:

    Ola,mais uma vez estamos aqui…,pois bem,como ja disse antes tbem fui caçador de diamantes..coisa que nunca aconteceu..eles sao mais inteligentes do que nos.Vivemos naquela espectativa de encontrar aquela linda pedra GRANDE,algo que jamais acontecera…amigos o tal do diamante e coisa do desconhecido,,e algo do sobrenatural…um abraço…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s