Algumas impressões sobre os Kaiapó e o peso nas costas

Na aldeia a forma de vestir não é nada diferente das que atendo na Casa do Índio. Alguns muito pintados, outros sem pintura, outros todo enfeitados e as mulheres com os mesmos vestidos multicoloridos em modelito único. As crianças andam peladas, com calcinha ou short.

08 02 PKR (44)

Os dentes são terrivelmente cariados; acho que nunca vi uma criança com os dentes íntegros, o que é de se lamentar. Farinhas, doces e mamadeiras são introduzidos muito precocemente. Felizmente as ações de saúde bucal vem aumentando, especialmente em Moikarakô, onde a odontóloga Dalila faz um belo trabalho de prevenção.

07 10 mkk (51)

Os bebês menores andam sempre a tiracolo, carregados em tipóias trançadas, muito bonitas, mas responsáveis por parte da dor nas costas que todas vem reclamar quando ficam mais velhas.

07 08 Aukre (16)

Carregar os muitos bebês que tem e todo o peso da aldeia realmente acaba com qualquer coluna. E carregam o peso literalmente: lenha, mandioca, banana, tudo é levado pelas “niras” em faixas que passam pela testa e prendem pesados cestos.

08 04 GRT (53)

Esta é a foto de uma foto da técnica de enfermagem Helenice, na aldeia Kranh-Apari. Só mesmo uma pessoa especial e carinhosa como ela para consegui a confiança de uma mulher e conseguir uma foto destas.

2 comentários Adicione o seu

  1. Inacia Freitas disse:

    Altamiro seu sumido, demorou mais saiu o impressões 46, e olha o impressões está cada vez melhor. A propósito, aquela nira com o bebê na tipóia é a Ngrenhrôrôti com sua filha Pãnhkô lá do AUK, a criança estava en risco nutricional, evoluiu pra baixo e muito baixo peso, faltou complemento alimantar e depois das intervenções melhorou e muito, vcs precisam ver o quanto ela está bonitinha, bem gordinha e com uma pele bem lisinha é de dar inveja a muitos brancos

  2. Tatiane Lemos disse:

    Bom dia caro colega, curiosa, fui olhar na net o que forneciam a respeito de saude bucal indigena e encontrei seu blog. Bastante interessante essa vida nao? Tambem trabalho semelhante a vcs. , com os Ticunas no Alto Solimoes, so chega de voadeira, 3h da cidade de Tabatinga/AM. Adorei suas materias! Bjs, boa sorte sempre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s