Festejo da Damurida na comunidade Wapixana da Malacacheta com direito a Jogos Indígenas

DSC06678

Recebi um convite daqueles que não dá para recusar: III Festa da Damurida, na comunidade Wapixana de Malacacheta, município do Cantá, pouco menos de 80km de Boa Vista. Os Wapixana são uma das etnias mais adaptadas ao convívio com os não índios, mas tem se esforçado para valorizar ao máximo seu patrimônio cultural, o que é feito, inclusive, pelo ensino bilíngüe nas escolas, o que garante que as crianças já estão aprendendo a língua que muitos dos seus pais perderam.

A festa seria uma oportunidade para eu conhecer uma comunidade Wapixana e provar a famosa damurida, prato típico da culinária Roraimense, em que a pimenta queima tanto quanto as lavas de um vulcão, mas que é a preferência de onze entre cada dez indígenas.

A programação era extensa e muito interessante, com diversos concursos e eventos ao longo de três dias. Alguns já demonstravam a integração com nossa sociedade, como o futebol, a corrida a cavalo, cabo de guerra, a rainha da damurida e o forró na maloca. Outros parecem saídos de livros e são daqueles que nos fazem pensar em uma comunidade típica: ferrada de formiga (quem se habilita?), ralar mandioca (ai meu dedo!), corrida com tora, trançar darruana (cesta típica), fiar algodão, fazer fogo tradicional, fazer panela de barro, arco e flecha e lança, a damurida mais gostosa e, os que para mim parecem verdadeiro suicídio: maior comedor de damurida e maior bebedor de caxiri.

Vamos as descrições: o caxiri é uma bebida produzida com a mandioca fermentada, vendida em garrafas de big coke e que permanece fermentando o tempo todo. Assim as bolhas ficam subindo sem parar, e algumas tampinhas chegam a voar longe. Seu teor alcólico é alto suficiente para encontrarmos vários indígenas pra lá de Malacacheta, antes mesmo da competição começar.

3 comentários Adicione o seu

  1. Edevilton Silveira disse:

    Acho legal quando alguém divulga a questão da cultura, independentemente de quem for. Tenho um orgulho particular, por que a comunidade indígena malacacheta é a minha. Uma pequena correção, a comunidade fica a 36 Km de Boa vista.
    Neste ano vai acontecer novamente o IV festejo, espero que seja muito divulgado nos meios de comunicação…

  2. waleria ambrosio disse:

    como é bom ver a cultura wapichana ser divulgada, sou a idealizadora da festa da damorida, e gostaria de convidar quem o interessar a participação para a VI festa da damorida. vai ter muitas pimentas de arder as bocas……….

  3. odineia oliveira disse:

    participei das festas anteriores, mas este ano não vou participar, espero que este ano seja melhor ainda, pois a idealizadora da festa esta de parabéns pelo sucesso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s