Despertar na mata – as margens do rio Jatapu

São seis e meia. Estou sentado na varanda da casa, tomando capuccino e pensando em passar sete anos aqui. A música se confunde às cores e imagens que tento reter. O som grave do rio é a música de fundo que flui serena. Os agudos vêm de todos os lados numa polifonia em estéreo e com som surround. Traduzindo: ouço cantos para todo lado. A ariramba gargalha na beira do rio. Bem-te-vis, andorinhas, cardeais, sabiás e curiós espalham seus sons misturados a piu-pius, tem-tens, fi-fis, viu-vius, pi-pis, tiu-tius, tu-tus e ti-tu-tirrrs que não me foram apresentados. Dois papagaios passam conversando em voz alta. O japiim sozinho já é uma banda: apita, grasna, grita, assobia, faz brrr. Uma garça atravessa meu olhar. Um mergulho no rio. Outro. Peixe, jacaré, tartaruga? Quando vejo, já nada vejo. Andorinhas coriscam os céus. Pec-pec-pec. O pica-pau martela e resolvo procurá-lo. Vejo um mico-de-cheiro. Dois. Três. Depois do vigésimo perco a conta da família que atravessa o rio sobre um tronco de árvore enquanto sinto falta da câmera. Fotografei na retina. Beija-flores zumbem e brigam pela flor mais cheirosa. Já não sei o que vejo, o que ouço. Sons e imagens são um só. Se fundem. E o melhor, estou lúcido.

ia61 (1) Garça Real

a cardeal da amazonia Cardeal da Amazônia

2 comentários Adicione o seu

  1. Elizabeth Miranda disse:

    Oi,
    sou ortopedista e, nesse momento, estou de plantão em Itaboraí, estado do Rio de Janeiro, qdo li sobre vc no jornal do CFM. Imediatamente, entrei no site e me deparei com esse relato tão maravilhoso. Parecia que eu tb estava aí com vc. Me emocionei… . Parabéns pelo texto e, principalmente, pela sua iniciativa desbravadora. Muita luz na sua caminhada.
    Elizabeth

  2. Irene Andrade disse:

    Uma garça atravessou meu olhar…
    Sou médica em uma cidade de S Paulo e assim que li sobre vc no jornal do CFM me apressei a visitar seu blog.
    Vc precisa transformar estes relatos num livro e nos dar este presente!
    Vc fotografa com palavras…
    Queria ser mais jovem e livre e ir por aí, fazer parte de sua tribo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s