Nos hotéis do Monte Roraima… também temos inconvenientes…

Nos “hotéis” sou apresentado ao maior inconveniente da viagem. Somos hóspedes da natureza e como tal não podemos poluir. Em nada. Nem mesmo com nossos dejetos mais pessoais… assim o guia nos instrui sobre como “fazer em um saquinho”… Acho que dá para entender, não? O saquinho é armazenado em uma espécie de pequeno balde de viagem. O carregador é o “homem bosta”… Tudo pela natureza.

A noite é fria. O céu é estrelado. A cruviana deixou estes dois dias no cume sem nuvem alguma, mas trouxe frio – muito. Não vejo a hora de jantar e… dormir, esperando as novidades de amanhã! Agradeço a Deus a oportunidade que estou tendo.

OBS: Este post faz parte do texto integral das Impressões Amazônicas 65

2 comentários Adicione o seu

  1. Paulo Henrique disse:

    Essa prática do “saquinho” podemos adotar nos guias escoteiros, em substituição as antigas “latrinas”… hahahaha

    Abração Altamiro… SAPS!

  2. Denise Guerra disse:

    PRECISAMOS APRENDER DESDE AS CIDADES A NÃO POLUIR!! E EU QUE PENSEI QUE FOSSEMOS PARTE DA NATUREZA?! E o xixi meu caro, vai no saquinho também??

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s