Mais do trânsito indiano

Depois do casamento viajo a Puttaparthi, onde está Prashanti Nilayan, meu destino final.

Percebo que não exagerei quando disse que se buzina para tudo. Até para as cabras, vacas e macacos que quase atropelamos. Não posso dizer que alguém desrespeita regras de trânsito, pois acho que não há nenhuma regra por aqui, no máximo semáforos, as vezes solenemente ignorados. Acho que lei de transito é: se o carro é maior, tem a preferência; se o carro é mais rápido tenta ganhar a preferência; se o carro buzina mais, conquista a preferência.

11 03 estrada indiana (7) Como sempre escrito… “sound horn” – toque a buzina.

11 03 estrada indiana (41)

Que tal duas horas viajando assim?

 

OBS: Este post faz parte do texto integral das Impressões Indianas 68

1 comentário Adicione o seu

  1. Denise Guerra disse:

    Oi querido, viajando muito??? gostou das índias né? ou das indianas?? bjs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s