Tempestade Amazônica

Estranho o arco-íris sem chuva. Aos poucos se aproxima uma assustadora nuvem cinza-chumbo. Com ela vem o vento. Muito vento, daqueles que formam redemoinhos, bons para pegar saci. O barulho sacode as árvores e logo toda conversa tem que ser aos gritos. Mas… cadê a chuva? Do galpão onde estamos vemos pouco mais que algumas gotinhas. Amazônia… nome que só entende quem vive. Em menos de um minuto o que eram gotinhas se tornam chafarizes derramados do céu.

IMG_3447

IMG_3463

Este post faz parte das Impressões Integrais 72

3 comentários Adicione o seu

  1. Lidia Pantoja disse:

    Chuvas amazônicas! Que saudade delas! Aqui em Boa Vista, depois da cheia só existe o calor…
    Belas fotos! O arco-íris é sempre lindo na aldeia! Saudade das aldeias e do trabalho por lá!
    Beijos!

  2. Denise Guerra disse:

    Sem chuva no seu pedaço porque em outra parte devia esta caindo um pé d’água. Ah, por falar em pé, vc que é médico já ouviu dizer que as mulheres devem ter mais cuidados com carrapatos porque temo o “pé da barriga aberto”? Tô curiosa para saber o seu parecer! bjus!

  3. Denise Guerra disse:

    Valeu querido! também prefiro as crianças, esta semana passei rodeada por elas, muitas! tivemos olimpíadas e eu me dediquei a semana toda, ufa! nem acredito que acabou. Sobre o “pé da barriga aberto” é a mãe de um amigo que fala, é muito engraçado estas expressões das pessoas antigas! Vc falou da espinhela caída, pior é ter dor na “pá” que tem nas nossas costas! rs, rs! bjus!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s