Tempestade Amazônica

Estranho o arco-íris sem chuva. Aos poucos se aproxima uma assustadora nuvem cinza-chumbo. Com ela vem o vento. Muito vento, daqueles que formam redemoinhos, bons para pegar saci. O barulho sacode as árvores e logo toda conversa tem que ser aos gritos. Mas… cadê a chuva? Do galpão onde estamos vemos pouco mais que algumas gotinhas. Amazônia… nome que só entende quem vive. Em menos de um minuto o que eram gotinhas se tornam chafarizes derramados do céu.

IMG_3447

IMG_3463

Este post faz parte das Impressões Integrais 72

Anúncios

3 comentários Adicione o seu

  1. Lidia Pantoja disse:

    Chuvas amazônicas! Que saudade delas! Aqui em Boa Vista, depois da cheia só existe o calor…
    Belas fotos! O arco-íris é sempre lindo na aldeia! Saudade das aldeias e do trabalho por lá!
    Beijos!

  2. Denise Guerra disse:

    Sem chuva no seu pedaço porque em outra parte devia esta caindo um pé d’água. Ah, por falar em pé, vc que é médico já ouviu dizer que as mulheres devem ter mais cuidados com carrapatos porque temo o “pé da barriga aberto”? Tô curiosa para saber o seu parecer! bjus!

  3. Denise Guerra disse:

    Valeu querido! também prefiro as crianças, esta semana passei rodeada por elas, muitas! tivemos olimpíadas e eu me dediquei a semana toda, ufa! nem acredito que acabou. Sobre o “pé da barriga aberto” é a mãe de um amigo que fala, é muito engraçado estas expressões das pessoas antigas! Vc falou da espinhela caída, pior é ter dor na “pá” que tem nas nossas costas! rs, rs! bjus!

Deixe uma resposta para Lidia Pantoja Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s