Tradição e modernidade – tá tudo misturado

E mesmo longe até aqui a globalização chega. O Agente de Saúde vem trabalhar com a blusa do time italiano Milan. Futebol é mania mundial mesmo. Ontem o Brasil bateu a Argentina por dois a zero e a comemoração das pouco mais de 60 pessoas ao redor das 20 polegadas da única televisão da aldeia conseguiu ultrapassar até mesmo a zoada do motor de energia.

Mas antes que você diga que “já não fazem mais indígenas como antigamente”, lembre que a nossa cultura é viva e que as incorporações não apenas fazem parte como também são importantes, afinal, há pouco mais de vinte anos atrás nenhum de nós usava nem a internet, nem os celulares… simpáticas incorporações vindas de outros países. Aqui a cultura é preservada na língua materna, ensinada até na escola, nos hábitos alimentares, que encontram no caxiri e na damurida alimentos do dia-a-dia e até mesmo nas doenças. Este ano duas crianças morreram. Na declaração de óbito preenchida pelo agente de saúde estava lá: “canaimé” em uma e “bicho-da-água” no outro. Este último por um problema do pai que não seguiu as prescrições necessárias e que foi apertar tambor de água. Não pode, deixou brabo o dono da água.

 Ossinho de jabuti é proteção garantida.

 Cabelinho “a a Neymar”

 

Este post faz parte das Impressões Integrais 73

1 comentário Adicione o seu

  1. Denise Guerra disse:

    Super legal esta mistura da tradição com a modernidade, não tem como deixar para trás tudo que somos! bjus!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s