Voando para a Serra do Sol

Voos, rádios, armar e desarmar redes, barracas, transportar remédios, equipamentos. Esta é a rotina dos profissionais que passam 30 dias nas equipes aéreas, visitando em média 7 a 8 comunidades. É bastante cansativo, um pouco arriscado, mas plenamente compensador. Saber que estamos onde pouca gente vai e, mais ainda, estamos contribuindo efetivamente com a população mexe com a gente.

10 03 Sapã (163)

Este post faz parte das Impressões Integrais 77

2 comentários Adicione o seu

  1. Andréa Pol Balloussier disse:

    Com certeza, deve ser uma sensação única, voltar pra casa em paz, dever cumprido, é bom demais fazer o bem para pessoas que precisam de ajuda!

    1. Altamiro Vilhena disse:

      Verdade! bem legal. Andra, tenho uma novidade. um grande amigo, o Rafael, agora infectologista da Casai. Ele comear o trabalho s no dia 20, mas j pode ser um bom contato quando voc estiver pensando em vir. Espero que seu pai esteja bem.

      Grande abrao,

      Altamiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s