Lua e cor após a chuva…

Chove, chove, chove e continua a chover. Agora escrevo dentro da barraca. Os trovões cantam em voz grave, respondendo o coro de pingos no telhado de zinco. Hoje não tem morcego voando ou vacas passeando lá fora. O sono vai chegando. Aquecido, na barraca penso em vocês e escrevo esta história. A batalha nos céus ainda não acabou, mas quando acabar, quem vai vencer será a natureza, renovada após uma noite de lavar a alma.

IMG_0079

Boa noite e um abraço no coração!

Este post faz parte das Impressões Integrais 87

1 comentário Adicione o seu

  1. deusarino de melo disse:

    Esses temporais me deixam um tanto perplexo, pois, desdxe menino sempre fui muito medroso em relação a relâmpagos, trovões & Cia….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s