Alter do Chão… Beleza submersa

Em cada dia aqui, uma praia no roteiro, dentre as muitas que se espalham pelas margens do rio Tapajós, por muitos considerado o mais bonito da Amazônia. Infelizmente as chuvas e as cheias deixaram suas águas meio barrentas e encolheram as praias. Aqui na Amazônia é assim… certas épocas algumas praias literalmente somem, escondidas debaixo de metros de água. Visitar a mesma praia duas vezes é surpreendente. Eu estive em Alter do Chão, destino altamente disputado por turistas do mundo todo, em 2006. Na época chegávamos a praia mais famosa caminhando por uma faixa de areia branca. Hoje, para minha surpresa, a areia pouco mais é do que uma ilhota com alguns bares, onde muita gente se espreme em busca de um lugar ao sol e a beira-rio. Cerveja ou suco gelado, poucas ondas e a tranquilidade ideal para passar o dia de molho na água ou, “de bubuia” como se diz por aqui. Para chegar até a areia você aluga um barquinho que faz a travessia em poucos minutos. Para os mais corajosos, os braços e pernas fazem o transporte e ainda garantem o exercício.

alter do chao _praia (2)alter do chao _praia (3)alter do chao _praia (6)

De cima para baixo: 1 – Catraieiros esperando passageiros 2 – Travessia 3 – Povo debaixo das barraquinhas… só cabeças de fora.

Este post é parte das Impressões Integrais 96 – Clique e leia o texto na íntegra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s