Pedalada inspiradora–Louise Sutherland

Ela era a mais velha de cinco irmãs na Nova Zelândia. Na idade de 19, tendo crescido com a bicicleta como principal meio de transporte, ela se mudou para Hospital Oamaru para cursar quatro anos de formação em enfermagem. Para visitar seus pais em Dunedin,ela pedalava durante 7 horas, percorrendo 100 km; este foi o…

Gordinha da Maternidade

Uma das estátuas mais legais que encontrei em Rio Branco é a da “gordinha da maternidade”. Tudo bem, o nome oficial não é esse, mas este, mas é assim que ela é conhecida. Amada por alguns, odiada por outros, ela não tem como passar despercebida. Eu achei um charme! Dados da obra: Autora: Eliana Kertész…

Final da Tarde as margens do rio Acre, em Rio Branco

               Entardece quando volto do Centro, onde conheci a Catedral e o Palácio do Governo, abertos para visitação. O céu começa a desbotar e resolvo apreciar a despedida do dia na última sombra da gameleira. Ao longe os carros atravessam a ponte. De um lado pequenas canoas deslizam pelo rio ao mesmo ritmo que…

Atrações de Rio Branco

As margens do rio uma centenária gameleira testemunha o presente vivo sem esquecer do passado, preservado no casario reformado que dá aspecto de túnel do tempo ao calçadão que percorro no final da tarde. Eu “batendo papo” com o poeta Juvenal Antunes. Uma de suas poesias mais famosas começa assim: ”Bendita sejas tu, preguiça amada,…

Impressões de Rio Branco

              Rio Branco é “budista”, busca o “caminho do meio”. O novo e o antigo se misturam e a calma se mescla a agitação de uma cidade em crescimento. No Centro o rio Acre desliza tranqüilo, esperando a próxima chuva que pode fazer com que perca a paciência e esqueça que está preso em suas…

Centro de Memória – Museu Chico Mendes

                Perguntamos por Chico Mendes e ouvimos histórias, muitas histórias. Perguntamos pelo Museu Chico Mendes e ouvimos uma história triste, confirmada nos jornais e na placa afixada na porta em que teimamos em conferir. Na porta do museu, a pequena casa de madeira onde Chico morava e foi assassinado, uma placa informa que por problemas…

Pousada dos Chapuris – Hospedagem e História

O tempo da seringa já se foi, mas as histórias permanecem. João e Nilce Mendes sabem contá-las. Seu João, bancário aposentado “foi na onda” da esposa e quando percebeu já tinha uma pousada. Hoje a Pousada dos Chapuris vira pouco a pouco um museu. Recortes de jornais e revistas ilustram as paredes , antigas máquinas…

Casarão Chapuris e os Soldados da Borracha no Acre

Noite – O casarão centenário da Pousada Chapuris nos atrai. Se não encontramos vestígios dos antigos habitantes da região, os dizimados Xapuris, ao menos encontramos testemunhas do tempo da borracha. Nesta época migravam para cá milhares de nordestinos, principalmente cearenses, os “soldados da borracha”, que fugiam da fome e seca no nordeste em busca de…

Xapuri: terra de Chico Mendes

                Xapuri é uma cidade muito simpática. As margens do sombreado encontro dos rios Xapuri e Acre, foi criada e desenvolvida por conta da borracha que aqui foi motivo de vida, riqueza, luxo e morte. Hoje busca encontrar sua vocação, especialmente no turismo, motivado pela curiosidade de ser a “terra de Chico Mendes”.  Museu de…

Hotel-Seringal em Xapuri

               No meio da mata descobri uma iniciativa muito legal. Se no Sul temos os hotéis-fazenda, aqui no Acre temos os “hotéis-seringais”. São pousadas rústicas de madeira, algumas com beliches coletivos, em meio a mata, debaixo de grandes árvores e totalmente administradas pelas associações de moradores.  Se você nunca ouviu falar, não se espante. Brasileiros…