Feijão verde. Está servido?

Da última vez que estive na aldeia Flexal voltei com fotos da Damurida, o caldo de pimenta com frango. Desta vez consegui fotos do feijão verde, gostoso no prato e bonito na toto.    

O caxiri da Barbie

Brinco que o Guaraná Jesus, o guaraná cor-de-rosa dos maranhenses é o Guaraná da Barbie. Então o que será este caxiri de batata-doce? Com certeza o “caxiri da Barbie”. Diretamente da Serra do Sol para as Impressões Amazônicas

Do Jardim lá de casa

Como não tenho mais o que inventar, além de trabalhar em dois lugares, escrever e ser escoteiro, há cerca de seis meses sou “jardineiro”. Já pude comer mostarda do meu quintal duas vezes, mas o que vale é o encontro com a terra e com o verde. Cravinas   Mostardas… delícia                                   Manjericão, presente da Rose!

Refeição ecumênica na aldeia… Vai pimenta aí?

Embora responsável espiritual pela comunidade, o tuchaua não tem preconceitos religiosos. Na comunidade encontro o Padre Antônio, da Igreja Católica Ortodoxa (sim, ortodoxa!) e o Pastor Adventista Loudo. Todos juntos somos convidados para o almoço por Seu Celson e Dona Creuza. Oramos juntos antes deste abençoado almoço ecumênico. Pimenta… vai encarar? Pode escolher a sua……

Comida na maloca… e café com girino!!!

Quer comida? Tem banana, mamão, macaxeira. Se você não for vegetariano pode ser carne de anta, braço de macaco, rã, morcego moqueado ou a cabeça de mutum, que um pequeno curumim passa chupando como nossos filhos chupam um pirulito gostoso. Você ferve água. Água escura em panela escura. Melhor não ver o que tem dentro….

Inventividade Indígena: Ralador movido a bicicleta

Uma coisa que sempre me surpreende é a criatividade dos indígenas. Uma das tarefas mais difíceis na aldeia é ralar mandioca. Na verdade não que seja tão difícil assim… até crianças conseguem. O problema é que é um trabalho duro, sacrificado. Em alguns locais o pessoal usa raladores movidos a motor, cujo único problema é…

Sexta-Feira Cultural – Parte 3

Variedade de sementes.   Árvores da região   Registrando tudo… Fartura Colocando a mesa! Este post faz parte das Impressões Integrais 80

A farinha do norte: invenção de algum dentista

Eu confesso que após sete anos no norte (completados dia 1º de março), ainda me surpreendo com as farinhas. Me encanto quando vejo a vontade que o pessoal daqui come farinha. Enche a colher. Pura. Farinha, água e um sorriso de satisfação sem fim. Alguns comem açaí com farinha. Farinha com água – chibé para…