Chafariz nas aldeias

Pois é… na aldeia nem sempre temos chuveiros e as vezes os banhos são em rios. Em algumas comunidades, como esta – Aldeia Barreirinha – os chuveiros são dentro destas casinhas, estranhamente chamados CHAFARIZ. Apesar dos morcegos no teto, é bem limpinho e dá para tomar um banho mais a vontade!

Inventividade Indígena: Ralador movido a bicicleta

Uma coisa que sempre me surpreende é a criatividade dos indígenas. Uma das tarefas mais difíceis na aldeia é ralar mandioca. Na verdade não que seja tão difícil assim… até crianças conseguem. O problema é que é um trabalho duro, sacrificado. Em alguns locais o pessoal usa raladores movidos a motor, cujo único problema é…

Vida e morte na Aldeia Barreirinha

A partida está animada no campo de terra batida. Os jogadores, mais empolgados do que habilidosos correm muito e os chutões fazem com que a bola viaje para todo lado. Em uma dividida mais dura a bola sobe alto e cai direto sobre uma cruz, derrubando-a. Cuidadosamente o atleta pula alguns montinhos de terra, pega…

Noite estrelada

Depois do dominó me retiro para a barraca, onde escrevo para vocês, agradeço por mais um dia e só sou ninado pelas canções da natureza. boa noite Este post faz parte das Impressões Integrais 77

Jogando dominó depois da chuva

Se a chuva não deu trégua, rendeu ótimas fotos… A noite é a primeira estrelada após dias de chuva e a última na comunidade. O tuchaua oferece o jantar e a natureza nos dá a música ambiente. Após a refeição tento identificar cada cantor na serenata. Sapos, grilos, rãs e pássaros se alternam em um…

Pesquisa de Tracoma em Área Indígena

Este é parte do trabalho desenvolvido em saúde indígena. Pesquisa e tratamento de tracoma. Enfermeiro Hilton em ação. Este post faz parte das Impressões Integrais 77

Aldeia Barreirinha

Cenário único onde os rios se dividem pelo lavrado e contornam enormes pedras que nascem aqui e ali, certamente plantadas por irmãos de Makunáima. Aldeia bilingue, aqui é onde encontro mais gente que fala bem macuxi e português, ainda que com um forte sotaque que não consigo descrever. O ‘é ‘ é aspirado, o ‘ó…