Não sou do silêncio espaçado, mas das palavras que jorram

A ansiedade me faz andar, não muito certo sobre a direção da aldeia. Logo chega um indígena de bicicleta. “É o doutor?” ele me pergunta. Ele desce e começa a me acompanhar: “Estamos sem carro”. Pronto, explicado. Caminhamos por trinta minutos em silêncio após algumas explicações iniciais. É um povo habituado mais a silêncios do…

A despedida da Cruz Peregrina

No dia seguinte, cedo, sou acordado com a última missa. Logo a cruz peregrina até a entrada da aldeia. Lá ela é desmontada cuidadosamente e embalada dentro da pick-up, dirigida pelos padres. Em uma seguem a cruz e a bagagem dos participantes do Grupo de Jovens que trabalha na peregrinação. Na outra, a caçamba vira…

Missa no lavrado, com sotaque africano

O malocão está cheio, e dois padres dirigem a cerimônia. O sotaque e a cor da pele, escura como a noite sem estrelas, deixam claro que não são do lavrado. Descubro que um é de Moçambique e outro de Uganda – pouco mais do que “lugares-distantes-de-onde-nunca-ouvi-falar” para a maior parte dos assistentes. A missa é…

Esperando a Cruz Peregrina

Crianças pulam e brincam até serem reconduzidas a seriedade por um adulto mais carrancudo. O sol que ilumina as cruzes e toda a gente, indiferente a qualquer boa intenção, não dá descanso. “Uma sombra”, “um pouco de água”, “aquieta menino”, talvez sejam os desejos mais frequentes. Talvez não. Povo de pele curtida, habituada ao quente,…

Lá vem a Santa Cruz Peregrina

– Doutor, lá vem a Santa Cruz Peregrina! Em cada aldeia, a Peregrina chega e a comunidade sai para recebê-la. A entrada da aldeia está repleta de gente. Cruzes miúdas enfeitam pescoços, outras maiores ocupam as mãos de quem até bem pouco segurava estilingues e as grandes indicam bênçãos recebidas – ou promessas sendo quitadas….

Começo a postagem das Impressões Amazônicas 91

ALDEIA PEDRA BRANCA Viajar nos faz presenciar cenas que custamos a acreditar que não saíram somente de nossa imaginação. Esta história aconteceu na Aldeia Pedra Branca, e junta missionários africanos, indígenas brasileiros, uma cruz desmontável, peregrinação de carro, fantasmas e muita fé. Este post faz parte das Impressões Integrais 91

As lutas da Raposa Serra do Sol

As lutas pela garantia da integridade da Raposa Serra do Sol faz com que algumas vezes nos deparemos com pinturas como esta, na aldeia Pedra Branca. Apesar disso nunca fui vítima de qualquer preconceito durane o trabalho nas diferentes comunidades. Ao contrário, os indígenas sempre foram excelente anfitriões, orgulhosos de sua terra e de seus…