Na terra da Paçoca com Banana

A alimentação em Boa Vista é bem próxima a do Amazonas, com muitos frutos. Tem desde os populares mamão, banana, laranja e maçã aos regionais, como o açaí, buriti (tomei um picolé delicioso) e a pitomba. Olha a pitomba aí!! Azedinha… Come-se também muito peixe, carneiro, macaxeira e farofa com banana. Farofa aqui é chamado…

Quati, viagra animal!

Alimentação. Comer,comer… como isso é influenciado pela cultura, não é mesmo? Minha amiga Maria Lucia recentemente escreveu um texto delicioso sobre as deliciosas tanajuras comidas no nordeste (http://www.slowfoodbrasil.com/content/category/5/31/95/ ), e que lembro de caçar na praia com meu irmão para mamãe preparar farofa. Os Kaiapó, ao menos modernamente, não comem nada assim “diferente”, mas tem…

Preparativos para Festa em Kriny

Kriny – Abril 08 S 07º 24’ 94,0’’ W 50º 55’ 19,0’’ Cheguei na aldeia e logo percebi algo diferente. Não haviam homens – cacique, pajé, agentes de saúde, lideranças. Todos, com exceção de uns 3 ou 4, estavam na cidade, pegando palha de buriti. Para cobrir as casas? Não, para a confecção de máscaras…

Sorvete é na Jesus de Nazaré

Outro destaque da cidade é ir a Jesus de Nazaré. Não, não é nome de padaria como parece a primeira vista, mas sim de uma sorveteria deliciosa, que para mim deixa para trás as famosas Glacial (Manaus) e Cairú (Belém) com seus sorvetes de castanha do pará com doce de cupuaçu, tapioquinha, mangaba, bacuri (minha…

Pela orla de Macapá

A cidade possui uma agradável orla em toda beira-rio (se bem que pelo tamanho do Amazonas por aqui eu poderia até dizer “beira-rio-mar”), com características diferentes em cada localidade. Em algumas, mais chiques há calçadões com restaurantes (comi um filé de peixe recheado de camarão indescritível) e bares, além de um trapiche muito bonito. Na…

Passando rapidinho por Brasília, para o Jamboree e para comer pizza Dom Bosco. Pizza?

Amigos, cá estou em Redenção, Sul do Pará. Minhas mudanças fizeram com que eu, quando estava em Brasília no Jamboree Nacional Escoteiro ouvisse sempre a pergunta: “E aí Altamiro, onde você está agora?” . Logicamente eu sempre respondia… “Em Brasília, do mesmo jeito que você”. Piada infame… risos… Aliás, Brasília tem outra piada. Vocês conhecem…

Pé-de-moleque de banana

Falando nos moleques… vocês gostam de pé-de-moleque? Então vejam como são os pés-de-moleques daqui. Começou a temporada de macaxeira, então aumentou a oferta de farinha, macaxeira, tapioca e… pés de moleque. Um grande como o da foto custa em média 1,50 ou 2,00. Os ingredientes são bem diferentes do tradicional amendoim. O que poderia ser?…

Açaí a um real

Por fim… Aos adeptos do açaí. Estamos entrando na época. Já existem várias banquinhas oferecendo o litro por um preço que está ainda em 2,00. Em breve a oferta aumenta e ele cai para 1,00 como era quando cheguei por aqui. Outra coisa legal é que além do tradicional existe uma variedade com açaí verde….

Bobó e tripa frita

O que melhorou foi o meu cardápio. Hoje fui na Dona Tereza (onde sempre pego comida) e ao perguntar o que tinha ela me respondeu: surubim (pintado) guizado ou bobó. Adoro o surubim e o escolhi, mas perguntei… “bobó de camarão?” E ela me respondeu… “não, bobó de carne”. Pedi para olhar e tinha cara,…

Churrasquinho no saquinho

Uma outra coisa comum aqui que já descrevi, mas agora “domino a técnica” é o churrasquinho. Dois reais o frango, calabresa ou vaca e um real o de coração. Sempre acompanhado de arroz, farinha, tacate (para os que não lembram, farinha de banana peruana verde) e, em algumas barraquinhas, de feijão ou macaxeira. Da para…