Mais histórias de Koch-Grunberg 2

“À noite, um quadro idílico: estou sentado à minha “escrivaninha”. Ao meu lado, agachada, a mulherzinha seminua costura sua saia de chita enquanto canta melodias de Natal alemãs com texto m Makushí. Na rede, junto ao fogo, descansa a dama de honra, a criança índia nua, e, ao fundo, Schmidt, sentado num banquinho, tira seus…

Voo difícil

Começa a chover e o piloto pede que nos apressemos. As nuvens de chuva e o vento sacodem o avião enquanto sobrevoamos cachoeiras. O vôo é baixo, pouco acima da copa das árvores, perfeito para fotografar e novamente me lembro da câmara quebrada e tenho que fotografar com o celular. A chuva aperta quando vemos…

Alagação… chuva!!!

Chuva + vento = vamos tirar correndo as redes que vai encharcar tudo! Todo mundo se esconde no meio do galpão, mas o vento é grande. Só está protegida a minha barraquinha… Ledo engano, pois a chuva encharca o chão e logo ela está sobre um colchão de água. Vamos ver se ela é mesmo…

Tempestade Amazônica

Estranho o arco-íris sem chuva. Aos poucos se aproxima uma assustadora nuvem cinza-chumbo. Com ela vem o vento. Muito vento, daqueles que formam redemoinhos, bons para pegar saci. O barulho sacode as árvores e logo toda conversa tem que ser aos gritos. Mas… cadê a chuva? Do galpão onde estamos vemos pouco mais que algumas…

Banho de chuva para lavar a alma

Mais tarde seguimos para a Aldeia Jatapuzinho. Agradeço o tempo fechado que alivia o calor. Garças de diferentes tipos, araras, andorinhas e martins-pescadores nos acompanham. De longe parece vir chuva. De perto tenho certeza. O piloto pede para esticarmos uma lona sobre nossas mochilas e também nos cobrimos. Arrependo-me de ter deixado a capa de…