Subindo morro acima… o paredão do Monte Roraima

Logo minha única visão é o pé do meu companheiro de frente ou por vezes sua mochila. Acima a visão é assustadoramente única… o paredão que se estende ao céu. Ainda não acredito que chegarei lá.

3º Dia rumo ao Monte Roraima

Acordar, café da manhã, desarmar barraca, arrumar mochila… correria. Mal dá tempo de fotografar os passarinhos que vem mordiscar o resto de nossos sanduíches e mesmo assim somos o último grupo a sair.

Arco-íris no paredão do Roraima

É fim de tarde quando chegamos ao acampamento-base. A nossa frente somente o paredão. Acima de nós o céu. Olhando o Roraima chego a suar frio. Serão cerca de 400m em linha reta, mas que representarão quase um quilômetro de subida. A chegada ao topo só é possível de três formas: escalando cerca de oito…

Caminhando rumo ao Acampamento Base

O topo do Roraima é nosso objetivo. O problema é que no caminho há um paredão, e parece difícil imaginar como subiremos. Atravessamos um rio, passamos por uma igreja de pedras construídas por padres europeus (afinal a fé remove montanhas, mas também as conquista!), outro rio, e voltamos a rotina de subir muito e descer…

Acampamento do Rio Tek

No final da tarde chegamos ao Acampamento do Rio Tek. Por todo lado já se espalham as barracas de diversas equipes que sobem e outras que descem. Como os carregadores já montaram as nossas barracas e preparam a comida, a tarefa agora é outra, para mim mais difícil do que a caminhada: tomar banho. Venta,…

Porteadores… As “formiguinhas” do Roraima

Os porteadores (carregadores) nos impressionam. Carregam cerca de 20kg. Jefty, 14 anos, ainda franzino é um deles. O que no Brasil seria queixa no Conselho Tutelar, para as comunidades indígenas da região é garantia de dinheiro no bolso igual ao de gente grande. Ele só trabalha nas férias, mas já é sua vigésima subida e…