Missa no lavrado, com sotaque africano

O malocão está cheio, e dois padres dirigem a cerimônia. O sotaque e a cor da pele, escura como a noite sem estrelas, deixam claro que não são do lavrado. Descubro que um é de Moçambique e outro de Uganda – pouco mais do que “lugares-distantes-de-onde-nunca-ouvi-falar” para a maior parte dos assistentes. A missa é…

Flashs do Forró – E tome caxiri!

Minha grande amiga Valentina enviou um comentário que partilho aqui com os amigos, pois tem tudo a ver com estas fotos: “””Muito legal. Parece que estou aí no piseiro. Vamos relembrar um pequeno trecho da regravação do forró de autoria do compositor indígena Jean Carlos que na voz do cantor “Zerbine Araújo e Banda Paçoquinha…

Antes da festa, o culto…

A aldeia está animada. Parentes chegam de diversas comunidades. Cada grupo estica suas redes e as crianças correm de um lado para o outro. Agora são seis da tarde e testemunho o que pode ser um preparatório para o Guiness – Livro dos Recordes. Há quase duas horas já se iniciou um culto no malocão…

O papagaio na janela

Aldeia Samã… lugar divino!   Este post faz parte das Impressões Integrais 77

Noite na barraca

Noite na barraca. O vento soprando assobia e embala meus pensamentos. Me vem a mente o trecho de uma música do meu irmão Rogers "a noite vem e me faz pensar, o que me trouxe aqui. Sair em busca de um ideal e assim eu sou feliz, porque eu vivo a vida que eu quis…"…

O malocão do Sapã 2

Algumas fotos mais para mostrar como é organizado o Malocão. Sejam bem vindos!!! Imagem do malocão enfeitado e com os bancos. Na parede jornais. E pendurados os artesanatos. Fica uma imagem meio confusa, mas é assim mesmo.

O malocão do Sapã

Acampo em um galpão grande, sob o telhado de cavacos e que faz as vezes de igreja, centro de artesanato e casa de pouso para visitantes. Quando levantamos começam a chegar várias famílias trazendo frutas, mingau, leite, farinha e caxiri. Toda quarta como hoje, eles fazem o café comunitário e depois se dedicam ao artesanato….