Dançando Aleluia com os Ingaricó

Ao final, após o tuchaua agradecer fomos convidados para dançar “aleluia”. Já estávamos com fome, mas convite do dono da casa não se questiona, se cumpre. Mais uma vez tentei fotografar sem ter a necessária competência – e um gravador – para registrar este momento único. Som e dança se fundem e nos transportam a…

Educação em Saúde – Palestra na Maloca

12 de março Pela manhã nos dirigimos ao malocão para a palestra da saúde. O AIS Alemão, de azul, falando. Ele ganhou este apelido porque era louro na infância. Ao menos é o que me contou.   Atenção total

O “ciclo do caxiri”

Aproveito para registrar o “ciclo” do caxiri. Os diferentes tubérculos, a prensa (tipiti), o cozimento e até o consumo. Não tive como declinar o caxiri com beiju oferecido pela filha de Dona Catarina. A mandioca-macaxeira-aipim é um fruto abençoado da terra e que sustenta muita gente, mas tem outra grande qualidade: e danado de fotogenico,…

Quando pegar chuva no barco compensou…

Ao seu lado, deitada na rede, uma velha senhora. Os cabelos brancos e a pele enrugada sobre os ossos sugerem pelo menos um século de luta. Lúcida queixa-se apenas de dor de estômago, mas não há como restringir o consumo diário do caxiri apos 96 anos. Dona Catarina me encanta e vale toda chuva e…

Pegando chuva no Manalai

Estou no barco e a chuva não dá trégua. Espero que ao menos a gente atenda muita gente. Minha capa de chuva daqui há pouco não vai agüentar mais. O AIS Nonato se protegendo da chuva e do vento.   OBS: Este post faz parte do texto integral das Impressões Amazônicas 66

Atendimento na Aldeia Manalai

11 de março 2011 A aldeia Manalai já está quase na fronteira com a Guyana e a Venezuela. Se o tempo está bom conseguimos ver daqui o Monte Roraima, o que não é o caso hoje. Aliás, estou nesta aldeia Ingaricó há 5 dias e não tivemos um único minuto de sol. Como estamos na serra,…