Mesa farta… mas cadê a damurida?

Antes de inspecionar as instalações é servido o almoço: peixe, carneiro, galinha caipira, legumes cozidos, feijão verde, salada – tudo plantado e criado ali. Sinto falta da tradicional damurida – o caldo de pimenta – e quando vou perguntar, escuto mais discurso: – Doutor, espero que estejam gostando do almoço, mas a damurida e o…

Discursos e felicidade na maloca!

Aqui, no Maturuca, o presidente Lula assinou o decreto da demarcação da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, pondo fim a décadas de conflitos entre indígenas e fazendeiros. Aqui os parentes habituados a receberem visitas e organizar festas, nos tratam com carinho e discursos, propagandeando as vantagens de escolher a aldeia. Tomo limonada enquanto o…

Recepção com festa

Em cada aldeia que chegamos, a recepção me faz sentir como se eu estivesse indo inspecionar as candidatas a receber uma Olimpíada, mas no Maturuca tudo é especial. Dançando Parichara Recebendo os visitantes Este post faz parte das Impressões Integrais 87

Festa e recepção em Maturuca

Quando o avião pousa no Maturuca, centro cultural e histórico da região da Raposa Serra do Sol, somos saudados por um grupo de jovens que canta e dança parichara, animados por nos receber. Acompanho a equipe dos Expedicionários da Saúde, que veio escolher o local onde será realizada uma grande ação de saúde, com direito…

Dançando Parichara

Barriga cheia a festa recomeça com a dança tradicional parichara. Os dançarinos não se cansam. Dançam em círculo, comandados por um ancião. Para animar os espíritos – mostrando que o tuchaua terá muito trabalho em seu programa de redução do álcool – um jovem passa a cuia de caxiri entre os mais velhos. No centro…

Hora de Comer… Hora de festa!

Hora de comer. Todos agora tem oportunidade de provar os alimentos que a terra sagrada de Makunáima deu em troca de tanto suor. O caldo da melancia escorre pelos rostos, adultos se acotovelam em uma mesa comprida, a tapioca é partilhada de mão em mão. Os produtores, orgulhosos, posam ao lado de seus produtos. Posam?…

Fartura e pujança na festa de Maturuca

Ainda sob a emoção do hino uma liderança assume o microfone e afirma que todos querem contribuir para fazer um Brasil forte, e para isso trabalham duro. Como num ofertório de suor e labor, o tuchaua pede que seja trazida à frente do palco a produção local: macaxeiras enormes, carás, bananas, batatas, mel, melancia, abóbora,…

Hino Nacional: Orgulho também dos indígenas em Maturuca

Pela manhã acordo com o galo. Questiono-me se a festa realmente começará tão cedo, ao raiar do sol. A preguiça é grande, mas a curiosidade é maior e resolvo levantar, tomar um rápido café e ir ao pátio central. Cheguei atrasado. Crianças e jovens já estão dançando com suas roupas típicas em frente ao palanque…

Jogos Tradicionais na Festa de Maturuca

O tuchaua está certo, mas não vai ser fácil, pois o hábito da bebida está tão arraigado entre eles quanto a nossa “cervejinha de final de semana”, com a diferença de que o caxiri eles fazem em casa mesmo – e muito. A bebida é tão importante que uma das competições da festa é de…

O posto de saúde em Maturuca

Mas amanhã será dia de festa e de inauguração da nova igreja (Igreja Sagrado Coração de Jesus Arabath) desta comunidade de população predominantemente católica. Agora à noite acabamos de nos apresentar a população juntamente com outros convidados. Somos uma equipe de dois médicos, dois enfermeiros, dois dentistas, técnicos de enfermagem e de laboratório que irão…