Querem empurrar mais hidrelétricas em terras indígenas

Os absurdos não param. A ganância e o apelo de crescimento energético maior do que o de desenvolvimento ameaçam florestas, populações tradicionais e todo o meio-ambiente. O Brasil tem dinheiro demais, terra demais… mas quem já tem muito acha que um milhão é pouco… e por aí vai… Ainda acredito em mudanças. E, na falta…

Novos Nomes Diferentes

Alguns nomes coletados entre os indígenas Munduruku de Itaituba, quando estive por lá há um ano, dando um curso de Sisvan Indígena: Recileude e Recicleide (estas são irmãs), Misenildo, Marciverino, Creucineide, Angenira, Lucicleudo, Alnigeuza, Ilciraia, Ediomacki, Deucivania, Valdilelson, Sergivalson, Valdomilton, Valrieldo, Ledioneta, Valcicrene. Podem escolher os seus.