Assombração… A noite sempre assusta

Sem o barulho da cidade, a noite é muito mais barulhenta do que eu imaginava. Grilo, chuva, sapos. Um morcego passa voando, balançando as asas perto da barraca. Um pássaro canta ao longe. De repente passos. Passos? Aqui não é para ter ninguém. Agradeço o banquinho que bloqueia a porta. Desligo a lanterna para prestar…

Noite na Aldeia Caraparu

Aldeia Caraparu Tá escuro lá fora. Aqui um grilo me acompanha fazendo a primeira voz enquanto a chuva fina faz o coro de fundo. Estou dormindo no posto de saúde, enquanto o restante da equipe está na “casa de apoio”, cerca de 300 metros de distância. Acho que quando eu era criança se me falassem…

Noite na aldeia. Hora de desintoxicar da cidade

Aqui não existe telefone. Estradas são os rios e o céu. Energia, só a noite, de gerador, que ilumina o estudo dos alunos de ensino médio. Estamos isolados do mundo, mas uma parabólica solitária aproveita a luz da escola e nos traz cenas do resto do mundo: novelas, noticiário, futebol. Fujo disso tudo. Quero o…

Noite em Palimi-u

Não viajei preparado para dormir. Não tenho rede, barraca, muda de roupa. Trouxe somente pasta, escova de dentes e o computador. Me emprestam uma rede. Um bom banho, um bom jantar e cá estou eu escrevendo, tentando contar com palavras o que vejo. Percebo como sou pequeno comparado ao senhor vento e a senhora chuva….